Canal ADDLabs





Pesquisa · Áreas de pesquisa

Os sistemas inteligentes desenvolvidos pelo ADDLabs se baseiam na tecnologia Interação Homem-Computador e no modelo de Documentação Ativa, o ADD, criado pela Prof.ª PhD Ana Cristina Bicharra Garcia. Um modelo cooperativo inovador, baseado em aquisição de conhecimento, que usa a Inteligência Artificial (IA) para interagir com o homem.

A denominação documentação ativa define que, a partir do modelo desenvolvido, um gerente ou outro especialista pode fazer perguntas e pedir explicações ao sistema especialista, sobre o histórico de desenvolvimento do projeto gerado.

O modelo ADD pode ser definido pela metáfora do aprendiz de tarefas: um agente computacional que possui conhecimentos básicos sobre um determinado domínio, capaz de explicar sua linha de raciocínio e apreender ainda mais, no decorrer do processo de interação com o usuário. Ou seja, um agente que acompanha o especialista no desenvolvimento de todo o projeto, oferecendo sugestões e explicações, e alertando sobre possíveis incongruências.

A aplicação do modelo ADD, nos diferentes domínios da área petrolífera, vem proporcionando economia de tempo e de recursos, durante o desenvolvimento de projetos.

O investimento em pesquisa e o desenvolvimento de projetos sob medida, para atender às necessidades de seus clientes e parceiros, são as principais características que fazem o ADDLabs se diferenciar de uma empresa de software comum, e se destacar num mercado crescente e cada vez mais competitivo.

Redes Neurais

O ADDLabs também desenvolve pesquisa e sistemas utilizando tecnologias de Redes Neurais, que se espelham no método de aprendizado do cérebro humano, a partir do modelo do neurônio, para o reconhecimento, processamento e armazenamento de conhecimento, além de torná-lo disponível para uso.

As redes neurais podem se ajustar de acordo com o domínio e o ambiente, gerando respostas satisfatórias, formuladas a partir de relações complexas entre as entradas fornecidas.

Lógica Nebulosa

A lógica nebulosa é uma alternativa para as noções tradicionais de pertinência a conjunto e lógica aristotélica, indo além das noções da dualidade verdadeiro/falso. Há domínios em que existe uma gradação entre verdadeiro e falso, com regiões nais quais ambas as hipóteses podem ser aceitáveis, e a lógica tradicional não se aplica.

A lógica nebulosa é uma alternativa para resolver esses casos. Por meio dela, quantificadores como "muito", "pouco", "um pouco" podem ser matematicamente processados.

Mineração de Dados

Mineração de Dados é um processo interativo de detecção e extração de padrões em grandes bases de dados, de garimpagem, que descobre relações não-visíveis quando se utilizam técnicas estatísticas convencionais.

Por meio de tecnologias de Mineração de Dados são geradas correlações e extraídos padrões não esperados, que vão servir para elaborar relatórios de análises sobre a massa de dados focalizada, e regras de associação, a partir das informações coletadas.

Computação Visual

A área comumente conhecida por Computação Visual abrange campos, como Computação Gráfica, Visão Artificial,  Processamento de Imagens e Multimídia, cuja tecnologia vem conhecendo um progresso acelerado nas últimas décadas. Com aplicações para processamento de dados geográficos,  robótica, CAD interativo e análise de imagens geradas por exames médicos, as linhas de pesquisa em Computação Visual envolvem a geração, o processamento, a análise e a descrição de dados visuais, com uso do ambiente computacional.  

Documentação ativa

A tecnologia de documentação ativa se baseia no modelo ADD, criado pela Prof.ª Ana Cristina Bicharra Garcia, que pode ser definido pela metáfora do aprendiz de tarefas.

Trata-se de um agente computacional que, além de conhecimentos básicos sobre um determinado domínio, é capaz de explicar sua linha de raciocínio e apreender ainda mais, no decorrer do processo de interação com o usuário. Ou seja, um agente que acompanha o especialista no desenvolvimento de todo o projeto, oferecendo sugestões e explicações, e alertando sobre possíveis incongruências.

Ao final, o projetista e o agente-aprendiz convergem para um modelo específico, que documenta todo o processo de desenvolvimento das etapas do projeto. Dizemos documentação ativa, pois, uma vez o modelo desenvolvido, um gerente ou outro especialista podem fazer perguntas e pedir explicações ao sistema especialista sobre o histórico de desenvolvimento do projeto gerado.

A utilização destes sistemas vem permitindo a melhoria do processo de trabalho dos especialistas e a preservação do conhecimento e das metodologias de trabalho. Além disso, a aplicação do modelo ADD, nos diferentes domínios da área petrolífera, vem proporcionando economia de tempo e recursos durante o desenvolvimento de projetos.

IHC - Interação Homem-Computador

A pesquisa na área de interação homem-computador (IHC) está em todos os projetos do ADDLabs, uma vez que os sistemas são cooperativos e trabalham em parceria com os usuários, para alcançar uma solução.

Assim, o diálogo entre personagens (computador e homem) com modelos mentais tão distintos deve ser estudado para promover o entendimento mútuo. A Interação Homem-Computador também tem linhas de pesquisa na área de Web, principalmente no que se refere à usabilidade de sites e sistemas feitos para a Internet.

Para o desenvolvimento de pesquisa e tecnologia, em Interação Homem Computador (IHC), o ADDLabs dispõe de um laboratório, que atua nas áreas de CAD Inteligente, Documentação Ativa, Sistemas Multi-agentes, Interfaces Cooperativas, Aquisição de Conhecimento e Raciocínio Espacial.

Este ambiente tem como foco a interação e objetiva à construção de produtos interativos, com interfaces intuitivas e amigáveis. As avaliações realizadas no laboratório são aferições, quantitativas e qualitativas, do nível de aceitação da interface pelo usuário dentro de um contexto de uso. No laboratório de Interação Homem Computador do ADDLabs, são realizados testes de usabilidade e avaliações preditivas.

As avaliações realizadas pelo laboratório ocorrem em todas as fases de desenvolvimento de uma interface, e são apoiadas pela gravação de vídeos, áudio e log’s, que captam a ação durante todo o período, incluindo comentários e expressões, ou até mesmo toques e cliques.

Este laboratório conta hoje com uma sala de observação e duas salas de testes:uma das salas de teste foi projetada para a realização de tarefas em grupo. Este ambiente permite a realização de testes controlados e isolar o ambiente de influências externas, que possam distorcer os resultados.

A construção do ambiente levou em consideração não apenas o isolamento acústico das salas, mas também um isolamento visual, da sala de observação, para as duas salas de testes. Através de um espelho apenas os avaliadores podem ver os participantes dos testes.